O implante ortodôntico une a implantodontia à ortodontia

Para maior eficiência e agilidade em técnicas de ancoragem e de difícil movimentação dentária os implantes ortodônticos vêm para facilitar o trabalho do dentista e melhorar a vida do paciente. Cada vez mais difundidos na ortodontia esta técnica de implante tem a função de substitui de maneira mais fácil e eficaz os métodos de ancoragem para promover movimentações dentárias mais complexas. Este tratamento surgiu para revolucionar e fez com que a técnica da ancoragem se tornasse uma realidade menos incômoda e mais eficiente.

implante ortodôntico

A instalação é, normalmente bem simples, pinos de titânio com espessura notavelmente mais fina, diferentes dos pinos tradicionais, são inseridos no osso da mandíbula acima dos dentes, da mesma forma acontece com a maxila e os pinos são instalados abaixo dos dentes. O procedimento é simples, com anestesia local e o auxilio de brocas e um pequeno corte o pinos é introduzido no osso, normalmente nem são necessárias suturas.

Nos dentes que precisam ser movimentados são colocados brackets que são ligados ao pino de titânio através da cabeça do parafuso (parte superior que fica exposta na boca). Esta ligação é feita com uma espécie de gancho e por vezes, auxiliado por borrachinhas. Os implantes ortodônticos são auxiliares a diversos tratamentos feitos com aparelhos ortodônticos e são capazes de suportar grandes forças. Eles eliminam a necessidade de utilização de aparelhos extra orais e diminuem o tempo de tratamento.

Existem situações na ortodontia que demandam de grandes dificuldades técnicas, como a distalização e intrução de molares. A ancoragem óssea absoluta obtida com os implantes ortodônticos veio pra simplificar a atuação dos ortodontistas nesses casos específicos.

Além da ancoragem, os Implantes ortodônticos são utilizados pra realizar, com maior eficiência e maior agilidade, uma série de movimentos dentários que são considerados dificultosos por uma ortodontia mais antiga. Os implantes ortodônticos podem servir de apoio (são instalados na gengiva e fixados na mandíbula e/ou maxila, bem próximo a arcada) para fazer amarração de ligaduras elásticas à brackets utilizados para sustentar movimentações que irão restabelecer gradativamente a mordida que após a perda de um ou mais dentes ficou comprometida. Por serem temporários, não se integram ao osso.

Os implantes ortodônticos são, além de um importante método de ancoragem, um grande suporte para o trabalho dos dentistas, eles tornam os resultados mais previsíveis.